Blog Post

Mamoplastia de aumento com implantes

fortiusclinic 23 Maio 0 Comments

No último século assistimos a uma extraordinária mudança de paradigma no papel da Mulher na sociedade. Se antes lhe era apenas reservado o papel de esposa, mãe e administradora do quotidiano doméstico, hoje em dia ela acumula essas ( e outras tantas) funções com as de profissional bem-sucedida. A gestão simultânea destes papéis é uma tarefa hercúlea, e a motivação e a auto-estima são peças fundamentais no seu bem-estar e equilíbrio.

Sendo a mama um elemento tão importante na feminilidade, não é de estranhar que a mamoplastia de aumento seja a cirurgia plástica estética mais frequentemente realizada a nível mundial. Curvas mais pronunciadas, um decote mais sensual e a utilização confiante do vestuário, nomeadamente, do biquíni e lingerie, são sem dúvida impactantes na auto-estima da mulher e repercutem-se nas suas relações interpessoais. Esta cirurgia popularizou-se a partir dos anos 60 e hoje garante taxas de satisfação superiores a 95% nas doentes intervencionadas. Ela permite melhorar a forma, volume e projeção da mama, através da colocação de implantes de silicone.

As motivações para a realização deste procedimento incluem um desenvolvimento mamário que nunca correspondeu às expectativas da mulher, perda de volume mamário após a gravidez, a amamentação e/ou perda de peso ou ainda a existência de uma diferença significativa entre o volume das duas mamas que incomoda a paciente. Esta cirurgia está indicada em mulheres com pouca ptose (queda) da mama e pouco ou nenhum excesso de pele. Caso exista excesso cutâneo, são conseguidos resultados superiores se, em associação à colocação de implantes, for realizada uma mastopexia (lift mamário).

Existe uma vasta gama de implantes mamários disponíveis atualmente no mercado. O tipo, forma e dimensão da prótese são escolhidos em conjunto, pela paciente e pelo cirurgião plástico, tendo em conta fatores como o tipo de corpo da doente e as suas expectativas.

Os implantes podem ser colocados em três localizações diferentes – imediatamente atrás da glândula, sob a fáscia do músculo grande peitoral ou parcialmente atrás deste músculo. A incisão cirúrgica também pode variar – sendo a via areolar (na metade inferior do contorno da areola), a via infra-mamária (sobre o sulco infra-mamário) e a via axilar, as mais frequentemente escolhidas. O procedimento envolve normalmente 1 dia de internamento, de forma a que possa haver uma monitorização apertada e realizada analgesia adequada nas primeiras horas após a cirurgia.

Esta cirurgia deverá ser sempre realizada por um cirurgião plástico reconhecido pelo Colégio da Especialidade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética da Ordem dos Médicos, em ambiente de bloco operatório, obedecendo aos mais elevados padrões de qualidade e segurança. O objetivo do seu cirurgião e de toda a equipa é ajudá-la a atingir os melhores resultados estéticos e tornar a sua experiência cirúrgica simples, segura e o mais confortável possível.

Na Fortius Clinic, pode contar com a unidade multidisciplinar Fortius Medicina Estética e Cirurgia Pástica que actuam em sinergia para cuidar e reabilitar a sua saúde nas suas componentes física, psicológica e sociológica como merece. Aceitar o envelhecimento é uma condição obrigatória, porém a opção de como envelhecer gostando cada vez mais desse processo, é totalmente diferente. Conte connosco para tal!

 

Dra. Sara Cunha

Especialista em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética

Fellow do European Board of Plastic, Reconstructive and Aesthetic Surgery

Diretora da Unidade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética do C.H.E.D.V.

Equipa Fortius Medicina Estética e Cirurgia Plástica



Conheça o nosso corpo clínico